fbpx

Estação Náutica de Castelo do Bode

A TAGUS integra o projecto Estação Náutica de Castelo do Bode, liderado pela Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, e que reúne também a ADIRN e a Pinhal Maior, os municípios de Tomar, Abrantes, Sertã, Ferreira do Zêzere e Vila de Rei, a Agência Portuguesa do Ambiente, bem como os agentes associados à actividade turística, desde hotéis, restaurantes, agentes de viagens, empresas e associações de dinamização turística, comércio de produtos locais, associações empresariais e até entidades ligadas ao ensino. Somando já mais de 70 parceiros e com pretensões de juntar todos os players do sector para estruturar uma oferta concertada, fazendo pacotes turísticos.

A Estação Náutica de Castelo do Bode (ENCB) é um centro dinamizador de iniciativas ligadas à Albufeira de Castelo do Bode para o desenvolvimento de todo um conjunto de actividades, que integram os três elementos base deste recurso endógeno: a Albufeira, a Paisagem e a Cultura. O que se traduz numa rede de oferta turística de qualidade, organizada a partir da valorização dos recursos náuticos presentes no território, que inclui o alojamento, a restauração, as actividades náuticas e os outros serviços e iniciativas relevantes para a atracção de turistas e outros utilizadores, acrescentando valor e criando experiências diversificadas e integradas.

Este projecto assume-se, também, como  um fórum de debate, onde todos podem partilhar experiências, problemas ou potencialidades comuns, para que haja um cruzamento de ideias que sejam inovadoras na dinamização da Albufeira de Castelo do Bode.

O projecto iniciou no âmbito de um processo a nível nacional, que visava o desenvolvimento, promoção e certificação de Estações Náuticas em Portugal, que foi implementado pela Fórum Oceano, membro e representante de Portugal, junto da FEDETON (entidade gestora da rede internacional das estações náuticas). Neste sentido, a CIMT apresentou, em Junho de 2018, uma candidatura com vista à criação e certificação da Estação Náutica de Castelo do Bode.

Entre as várias infra-estruturas e equipamentos que integram a oferta de produtos e serviços da ENCB destaque para os Centros Náuticos de: Bairros (Abrantes); Dornes e Lago Azul (Ferreira do Zêzere); Trízio (Sertã); Alverangel, área turística da Serra e Barreiras (Tomar); área turística da Arrancoeira e Fernandaires (Vila de Rei); Destaque, ainda, para os pontões e embarcadouros de: Aldeia do Mato (Abrantes); área turística de Vale Manso (Abrantes); Castanheira e Dornes (Ferreira do Zêzere); Ilha do Lombo e Outeiro do Forno (Tomar), e as zonas utilizadas para as praias fluviais e junto a empreendimentos turísticos. Por último, realçar os cable parks (um em cada concelho): Aldeia do Mato (Abrantes); Lago Azul (Ferreira do Zêzere); Trízio (Sertã); Montes (Tomar); Fernandaires (Vila de Rei).

No âmbito da valorização turística da Albufeira de Castelo do Bode, existem já alguns eventos destinados a captar o interesse das populações locais, merecendo principal destaque os “Open Days”, que, na época balnear, disponibiliza aos participantes experiências gratuitas de canoagem, stand-up-paddle, passeios de barco e de jangada, ski náutico, wakeboard ao longo da Albufeira.

Estão, também, previstos descontos e mesmo acções gratuitas para a comunidade local na experimentação de actividades náuticas.

Ao longo dos anos, a Albufeira do Castelo do Bode tem vindo a ganhar novas dinâmicas e actividades, mais sustentáveis, sendo procurada cada vez mais pelos entusiastas dos desportos náuticos, como windsurf, remo, wakeboard, stand up paddle, pesca, mergulho, e outras que se realizam em terra, na proximidade com o plano de água, como é o caso do pedestrianismo e do BTT. Com a criação da ENCB, a rede de parceiros pretende intensificar estas novas dinâmicas.

Mais informação em http://mediotejo.pt/